Botanofilia

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
PQP.gif
Fodase2.jpg

Este artigo é IMORAL!

Você aí na sua cadeira deve estar dizendo que este artigo é uma afronta, uma pouca vergonha, ou uma baixaria. Quer saber? FODA-SE!!! Vai ler alguma coisa que preste na Wikipédia ou então vai assistir Record News e não foda a minha paciência!!

Garota hentai.gif SEM VERGONHA!!

Safado(a)! Tava procurando putaria e caiu nesta página "sem querer", não é?! Você é mesmo pervertido(a)... Pelo menos feche a porta do quarto e divirta-se!!
No Wikipedia.png
QUEBROU A CARA! Os espertalhões da Wikipédia NÃO têm um artigo sobre: Botanofilia.
Um botanófilo, preparando a pobre plantinha para o abate.

Cquote1.pngVocê quis dizer: BotânicaCquote2.png
Google sobre Botanofilia
Cquote1.pngExperimente também: Zoofilia Cquote2.png
Sugestão do Google para Botanofilia
Cquote1.png Silvio, qual a diferença entre a mulher, o poste e o bambu?? Cquote2.png
Menina do Bambu sobre Botanofilia
Cquote1.png Má ôe, não sei! Cquote2.png
Silvio sobre a indecente pergunta acima
Cquote1.png O poste dá luz embaixo e a mulher dá luz em cima... (Sic) Cquote2.png
Menina do Bambu sobre a resposta
Cquote1.png E o bambu?? Cquote2.png
Silvio inocentemente indignado com a falta de um item na resposta
Cquote1.png É para você enfiar no cú praticar Botanofilia!! Cquote2.png
Piada adaptada ao artigo sobre a Menina do Bambu
Cquote1.png Adoro!! Cquote2.png
Alexandre Frota sobre Botanofilia
Cquote1.png Eu também adoro alé! Cquote2.png
Justin Bieber sobre Sobre o gosto do Alexandre Frota
Cquote1.png Menino, para de brincar com a salada!! Cquote2.png
Tua mãe sobre Botanofilia
Cquote1.png As únicas com quem eu quero praticar isso são as mulheres Melancia e Samambaia!! Cquote2.png
Eu sobre Botanofilia
Cquote1.png Ô meu bem, prefiro o Homem-Mandioca Cquote2.png
Clodovil sobre Botanofilia
Cquote1.png Um vício pervertido! O PC da URSS a reprova duramente! Por isso que eu também! Cquote2.png
Nerd Comunista sobre Botanofilia(e liberdade)

Olha a cara de felicidade do Botanófilo...

Botanofilia (não confundir com vegetarianismo ou herbivorismo) é uma parafilia em que o indivíduo tem uma tara queda por plantas, vegetais, frutas e todas as coisas provenientes do Reino Vegetal ou que tenha clorofila ou um caule enorme. É um modo de estar mais perto da natureza. É diferente de vegetarianismo e do herbivorismo, pois estas não são consideradas parafilias, já que o animal indivíduo come ingere vegetais e família não por opção, e sim por necessidade. Agora na Botanofilia o indivíduo come e é comido por simplesmente gostar de tal ato. Como é feito isso?? Bem... pense colocar a mão e o outras coisas nas plantas e se deliciar com isso...

Os botanófilos são os seres deshumanos que praticam a botanofilia. Há vários estudos acerca deles para saber o quê e porque fazem tal ato com indefesas plantinhas. Traçaram um perfil de mais ou menos 100 homens. Eles geralmente frequentam sites como o Globo Rural e Casa & Jardim. Adoram jardins e sempre fazem Ecoturismo aí afora. Também possuem um pomar em casa. Estudos também comprovam que alguns são botanófilos porque sofreram alteração no cromossomo 17, mais especificamente na raiz do cromossomo, que decorrente disso, o caule da sequência helicoidal sofre uma alteração e fica em forma de uma folha, mas isso não vem ao caso. Outros são botanófilos pois quando eram crianças sofreram de algum abuso de uma planta, foram abandonados em jardins ou uma mãe descuidada deixou o filho cair no mato. Só uma minoria que pratica tal ato apenas para "incrementar mais a relação" ou para buscar experimentar coisas novas. É a mesma coisa uma pessoa frequentar Sex-shops para buscar novidades, só que com plantas a diversidade é enorme e além do mais não há a vergonha de se entrar mascarado e passar vergonha por entrar em jardins e no mato.

Muitos botanófilos abusam de plantas indefesas, pegando essas a força. Outras plantas são pagas e umas são até vítimas do Boa noite Cinderela.

Tabela de conteúdo

[editar] Na história

Uma pintura Egípcia mostrando que além de Zoofilia, a Botanofilia era muito comum

Não há muitos registros de práticas ao longo da história. A mais antiga prática de que se tenha notícia são de pequenos hominídeos há mais ou menos LX d.D. em cavernas no sul da África descobertas com estudos das pinturas rupestres nessas cavernas. Cientistas encontraram pelas proximidades do local fósseis de homens com algum vegetal pontiagudo pelas redondezas. Foi encontrado também, agora na Antártida, um humanóide congelado, também com vegetais por perto. Mais da metade do vegetal estava dentro do homem congelado. Pela cara de felicidade, os cientistas deduziram que a causa da morte foi o frio repentino da Era Glacial e não a perfuração. Um pouco mais adiante, surgia a alegria de muitos: A mandioca.

Um pouco mais adiante na História, mais ou menos 40.000 a.C., com o surgimento da escrita, tem-se o primeiro relato não-desenhado da prática, inclusive um relato na Bíblia, citando que tanto o Adão quanto a Eva comeram o tal fruto proibido e depois a Serpente. Notem que foi relatado também o primeiro caso de Zoofilia na história.

Um exemplo que a botanofilia era praticada há muito tempo atrás

Na Idade Antiga, com o surgimento de civilizações clássicas como Grécia, Roma, Egito e outras, as práticas de botanofilia foram aumentando conforme as técnicas de plantações iam melhorando e se aperfeiçoando pois o homem já não tinha que deslocar-se às florestas. Com uma horta no quintal de sua casa, a diversão era garantida. O modo de produção nessa época era o Asiático, um modo rudimentar nos dias de hoje, mas uma inovação na antiguidade. Esse modo de produção foi adotado pelo fato de haver vizinhos botanófilos preguiçosos que invadiam propriedades apenas para abusar das plantinhas. Isso era prejuízo aos produtores pois eles deixavam buracos em árvores, deixava impróprio para consumo as mandiocas e ainda plantas rasteiras não cresciam mais por estarem meladas, obrigando os produtores a ficarem presos às suas terras.

A Idade Média também foi conhecida com diversos casos. Porém a prática para alguns era como técnicas de tortura. Para outros era de diversão. Haviam os feudos, pequenas porções de terras em que os reis davam aos servos e estes plantavam alguma coisa nele, aí exportando para outros países na época, fazendo a diversão de todos.

Durante os primeiros trinta anos após a vandalização o descobrimento do Brasil, os portugueses só queriam explorar uma árvore típica daqui, o pau-brasil. Nome de uma árvore com nome sugestivo, o pau-brasil fez a felicidade de muitos europeus no século XVI. Era a base de troca entre índios e os brancos. Notamos aí também uma relação harmônica, já que os índios entravam com o pau e os europeus entravam com outros utensílios para fazer um "troca-troca".

[editar] Práticas a respeito

Caso de botanofilia praticado por um palmeirense

Botanofilia é uma prática muito comum em áreas rurais devido ao fato de ficar perto de plantações. Há indivíduos no perímetro urbano que praticam tal ato após suas visitas nas feiras.

[editar] Locais em que mais ocorrem

Venha comer essa planta... Quem sabe ela não come você!

Um lugar cheio de mato para quem vê, porém um harém para quem entende, as plantações são lugares preferidos por Botanófilos pois estes além de serem discretos e ficarem longe de outros seres, há uma variedade de vegetais a serem usados na pática. As plantações mais usadas variam entre as de mandioca, cenoura, banana e pepino até as de maçã, jaca e melancia, claro, dependendo da "fome" e o gosto do Botanófilo.

Florestas Tropicais também são usadas por botanófilos pois além de ser mais longe da área urbana e de pessoas, a variedade de troncos grossos e com perfurações são enormes. O clima tropical e úmido contribúi para o relaxamento do indivíduo e aumenta o Eco-turismo da região. Vemos também uma relação ecológica, do homem com outros animais. Temos o Pica-Pau como exemplo pois esse para criar um ninho faz buracos em troncos e o homem aproveita-se de tal fato, reutilizando o buraco. Dependendo da pessoa ser "total-flex", ou seja, ter uma tara por vegetais e animais, pode aproveitar tanto o bico do Pica-Pau tanto o animal propriamente dito. Essas florestas são encontradas em países como o Brasil, África do Sul e outros com o clima quente.

Florestas de Coníferas são usadas pelos lenhadores e habitantes de região semi-polar do globo. Essas florestas apresentam apenas dois tipos de árvores: ambas em forma de cone que é utilizada somente por aqueles que se aventuram a subir ao topo. A semente da pinha é muito bem utilizada e comercializada por Sex Shops, tendo uma textura que proporciona certo prazer. O clima não facilita muito por haver neves e a prática de zoofilia é mais acentuada, uma porque os cervos na região lembram as cabras e outra pois são mais quentes e fofinhas.

Árvore desejada por muitos botanófilos

Desertos apesar de não terem uma grande variedade de vegetais, são muito procurados por botanófilos mais exóticos e com gostos diferentes como os sadomasoquistas, procurando os vegetais da família das Xerófitas justamente por essas terem folíolos endurecidos - os espinhos - que proporcionam maior prazer no ato. O único problema para frequentadores de desertos é o clima seco e quente, fazendo o maníaco botanófilo gastar um pouco mais com lubrificantes.

Savanas Africanas não são muito usadas por conter poucas árvores e estas são de grande porte, dificultando o acesso a elas. A vegetação é rasteira e quase árida, também dificutando a prática. Nas savanas a prática de Zoofilia é maior, tirando a atenção da botanofilia. Outro motivo para não ter muita prática de botanofilia aí são as grandes quantidades de animais perigosos. Pensa num cara comendo a árvore e depois chega um elefante por trás.

Florestas de Bambuzais localizadas na China, são as preferidas por muitos pelas formas da vegetação: Roliça, grande e redonda, além de ter um furo na ponta.

Pampas Gaúchos são com certeza lugares em que ocorrem muito disso. Para começar, a terra é como se tivesse um feitiço lá. Geologicamente não é para dar nada lá, mas mesmo assim dão um jeito de dar. Conseguem plantar bambu, mandioca, espeto e até pé-de-caralho-carvalho, mesmo a terra sendo imprópria para plantar. Lá eles também criam alguns animais que servem como comida para a onça. Aí também, além de praticar botanofilia e zoofilia, praticam a caça: Ficam agachados de 4 esperando a pintada vir com tudo. Nota-se lá também que trabalham em conjunto para plantar alguma coisa. Fica um gaúcho com a semente, um com a enxada e outro gritando: Enterra!! Enterra!!

[editar] Conflitos acerca

Odeio Mulheres!!

As ONGs e outras empresas tentam proibir a Botanofilia por aumentar o risco de extinção de espécies nativas e raras. Os botanófilos se defendem alegando a não retirada do vegetal para a prática e até salientam que contribúem adubando e regando a plantinha.

Um dos combates mais intensos à pratica foi o de Woodstock. Policiais combatem contra os Hippies, tentando prendê-los. Os Hippies, que encontravam-se pelados em um campo aberto, alegam que o que fazem é apenas ter um contato mais intenso com a Natureza. Também há um caso no Brasil, mais ou menos perto da Floresta Amazônica, em que empreiteiras de madeira querem acabar com a diversão dos índios Tapaxanas locais. Ao lado do mapa, há uma área que é de fazendeiros e que índios e sem-terras querem. Tal área de preservação, a Reserva Raposa do Sol, é alvo de vários conflitos: Uma que os fazendeiros querem intimidade por lá, outra que índios querem mais diversidade e mais opções com plantas. Aí o governo não sabe se dá para um ou para outro e fica nessa merda.

[editar] Os países e povos mais tarados botanófilos e seus costumes

Um dos povos mais antigos em relação à prática. Há relatos desde um pouco antes do descobrimento do Brasil, no século XIIV quando os portuga estavam invadindo descobrindo as Índias. Agora uma revelação, caro estudante e leitor: Os livros de história estavam errados! Os portugueses não estavam em busca de temperos para a refeição deles, e sim para o toba. Sempre estavam navegando pelos 7 oceanos em busca de novos brinquedinhos e plantinhas com que pudessem passar o tempo no barco e também levar a novidade para ser vendida na Europa. O gosto português na época era por utensílios pequenos mas que fizessem a alegria de todos.

Gostosa!!

Os objetos encontrados por eles que antendia às expectativas foram as pimentas, pimentões (pelo tamanho do mesmo), canela (veja mais abaixo) e o pau-brasil, encontrado no Brasil.

Também um povo muy antigo, talvez mais antigo que Portugal, os chineses se mostraram durante toda a história ser um povo muito viciado no ato muito criativo. Para começar, criou várias técnicas milenares para tal ato. Para começar, quem você acha que plantou as florestas de Bambu??

Saiba que os chineses além de serem conhecidos como um povo com técnicas milenares são conhecidos pelos melhores processos de plantação do mundo. E o mais antigo também. Lembra dos mesopotâmios e outros povos bárbaros?? Então.. O modo de produção asiático para cultivo de um puteiro de plantas de vegetais surgiu daí.

[editar] Plantas, vegetais e afins mais utilizados

A pimenta preferida
  • Banana - Um fruto com uma forma comum, a banana é alegria para a maioria dos botanófilos. Uma porque é mais barata e acessível às classes mais carentes e outra que o fruto é abundante. O Brasil exporta muita banana a outros países botanófilos.
  • Pau-brasil - Árvore típica brasileira e hoje praticamente extinta, o pau-brasil foi a alegria da lusitaniaiada toda há uns 500 anos atrás. Com o nome que dá prazer a alguns indivíduos, essa árvore é cara e somente ricos viciados em tal ato que as possuem. Seus galhos são grandes e alongados, além de não machucar muito (não, eu não experimentei ainda). Não tem muitas folhas e o tronco é forte.
  • Milho - O milho é muito usado por caipiras e moradores de sítios por, dizem eles, ter mil e uma utilidades. Também é um produto de exportação de países pobres. Também é o mesmo caso da banana: Baixo preço, acessível às classes menos abonadas, fora que se colocar numa areia nasce um milho. Ah, as utilidades do milho?? Bem, veja o depoimento:

Cquote1.png O milho?? É bão dimais! Depois de cumê as galinha, nóis come o milho e o sabugo serve pra muita coisa: Se passá no cú, limpa, coça e penteia. É bão memo!! Cquote2.png
Depoimento do caipira
Bem, agora vocês sabem de onde veio tanta inspiração para o Monteiro Lobato, morador de sítio que criou o Sítio da cabeça do meu pau como é belo do Pica-Pau Amarelo e criou o personagem Visconde de Sabugosa.

  • Algodão - O fruto que dá origem ao algodão (esqueci o nome dessa porra) é muito uzado por pessoas para a prática botanófila. Uma que o fruto é macio, e se fizer um furo e introduzir o membro do indivíduo aí dentro, lembra uma cabra: Macia e a lã quentinha.
Exemplo de botanofilia na Internet.
  • Pimenta - Ah, esse sem dúvida é preferido por botano-sadomasoquistas de plantão apesar do pequeno tamanho. A ardência causada depois do ato é prazerosa e sem dúvida todos gostam. É a mesma coisa que colocar pimenta no nas partes íntimas e fazer um 69 com uma puta (Vocês sentirão uma ardência na boca) mas isso é outra história.

[editar] Dendrofilia, o termo wikipediano correto

Cquote1.png Dendro o quê? Cquote2.png
Guria caipira sobre o que acabou de fazer

Cquote1.png Dendro o quê Cquote2.png
Carla Perez sobre o que acabou de fazer

Cquote1.png Chiikoo T.T Cquote2.png
Chikorita sobre o que acabaram de fazer com ela

Existem pessoas que se excitam loucamente com essa imagem

Entende-se como Dendrofilia a busca invariável e totalmente desprovida de pudor pelo prazer sexual praticado com plantas, como o formato dos vegetais contribuem apenas para o exercício de uma penetração em função de seu formado geralmente cilíndrico e insinuante essa é uma prática utilizada exclusivamente por mulheres,metrossexuais e emos.

Os vegetais utilizados normalmente são a banana, o pepino, o chuchu e a cenoura. Mas há registros no livro dos records de uma ninja que conseguiu sentar até o fim em um daqueles carvalhos americanos.

Aquele sexo atrás do arbusto executado na colônia de férias possui traços de dendrofilia.

Tem contribuído vastamente para o sucesso das seção orgânica dos sex-shop,

amendoim-japonesas cenouras-europeias pepinos-norte-americanas nabos-africanas, ou tua mãe mandioca-tua namorada

[editar] Galeria de plantas peladas

Não vão melar o teclado aí, hein?!?!


Ferramentas pessoais
Ver e modificar namespaces

Variantes
Visualizações
Ações
Navegação
Colaboração
Votações
(F)Utilidades
Novidades
Redes sociais
Correlatos
Ferramentas