Hazbin Hotel

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa


Images2332.jpg

Este artigo é sobre mais um daqueles trecos que viraram modinhas na internet.
E as pessoas nem sabem porque usam isso.


Hazbin Hotel é um episódio desenho musical adulto com humor negro criado sob o uso de muita cocaína por uma animadora falida do YouTube retardada, cujo nome de guerra é Vivziepop, sobre uma dona da porra toda do Brasil inferno que quer que todo mundo seja bonzinho, porque sim.

Enredo[editar]

No inferno, uma princesinha lésbica chamada Charlotte "Charlie" Magne (foda-se, ninguém se importa) com um governo sem credibilidade de porra nenhuma decide que quer que todo mundo seja santinho (???), tornando o inferno um lugar bonitinho com cor de buceta rosinha. Ela contrata Anthony Pinto "Angel Dust", uma aranha macho ninfomaníaco que trabalha de ator pornô gay (sim, porque deve fazer todo o sentido), pra ajudar com seu projeto de governo em troca de moradia. Mas com uma condição: ele não atuaria na frente de câmeras por um bom tempo (normalmente é assim que se garante moradia nessas situações). Um dia, a princesa sapatona e sua vadia companheira com TPP chamada Vagaba "Vaggie" toma coragem para cantar uma musiquinha e apresentar seu projeto de governo no Jornal Nacional do inferno e todo mundo caga pra ele.

No mesmo dia, o traveco palito de dente Angel Dust se prostitui e por algum caralho de motivo acaba se envolvendo com um confronto entre facções do Rio de Janeiro com a fudida da amiga dele e fode com a imagem do governo da sapatona por total. Eles todos vão de volta ao hotel que a princesa tem que parece moradia de mendigo e recebem a visita de um agiota entediado Alastor, mais conhecido como o demônio do radio, mas também chamado de: o porra louca da trupe de filha das puta, matador de vários imperadores do inferno, o Zezinho dos negócios, aquele que matou o coelho de Doomguy e fugiu com vida, etc. Ele oferece um golpe acordo pra a sapatona para ajudar com o hotel e o projeto de governo dela só pra ver os demônios tentando se redimir e se fudendo mas a princesa recusa o acordo e ordena o Alastor fazer isso tudo como trabalho escravo voluntário. O desenho encerra com o Alastor banindo um figurante pra casa do caralho e mudando o nome do motel pra Tetalândia adivinha que nome?

O desenho não conseguiu muita coisa a mais, porque a animadora desse pedaço de merda velha grudada no pelo do cu desenho é baiana.

Fatos (e argumentos)[editar]

  • Muitos dizem que o segundo episódio vai ser lançado em um ano bem distante (e talvez demore pra lançar mesmo), mas pra completar a animação toda vai levar um Yandere Simulator pra terminar.
  • A comunidade é super retardada.
  • Hazbin Hotel só chega aos pés de uma série boa da Netflix.
  • Hazbin Hotel parece com o Brasil, só que com alguém muito Flintstones da cachola querendo melhorar o mundo.
  • 50 bilhões de SFX tocam ao mesmo tempo em cada cena dessa animação.

Ver também[editar]

  • Bíblia, pra tu ler, sempre é bom.
  • Inferno, pra tu ir também, mas nem sempre é bom.
  • Helluva Boss, outra animação falida da mesma animadora, olha só que legal.