Knuckles da Uganda

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa

Flat,800x800,075,f.u1.jpg

WE FOUND A DEAD BODY IN THE SUICIDE FOREST!

Este artigo se trata dos memes bizarrésimos da atualidade (de 2017 até agora)! Eles não fazem o menor sentido, mas mesmo assim um idiota ri deles, eles podem vir de qualquer lugar e eles morrem depois de 1 mês ou menos! Se vandalizar esse artigo, Trump dirá aquela palavra que começa com N!

Salsicha Instinto Superior.jpg

Tomadinha do poder.jpg Knuckles da Uganda tem PODER!
E te levará para qualquer lado da Força

Cquote1.png Do u know da wae? Cquote2.png
Típico Knuckles da Uganda ao ver sua presa/amigo/rainha/maluco aleatório.
Cquote1.png Mas que porra é essa?! Oh, no. Cquote2.png
Knuckles ao ficar sabendo de sua versão alternativa da Uganda e avistando uma horda deles em seguida.
Cquote1.png *cluck cluck cluck cluck cluck* Cquote2.png
Um exército de Knuckleses da Uganda ao avistar algo interessante.
Cquote1.png QUEIME! QUEIME! QUEIME! Cquote2.png
Hitler sobre Knuckles da Uganda.
Cquote1.png É por isso que eu construo muros! Cquote2.png
Donald Trump sobre Knuckles da Uganda.
Cquote1.png Na União Soviética, o caminho conhece VOCÊ!! Cquote2.png
Reversal Russa sobre Knuckles da Uganda.

I don t want to set the world on fire by motorroach-dbzwtv2.gif
Você sabe o caminho, Anônimo?

Knuckles da Uganda é uma versão alternativa provavelmente satânica, racista (segundo o Catraca Livre) e real do Knuckles que nem Jesus, Padre Quevedo, Morgan Freeman, Freud ou até mesmo Madoka Kaname conseguiram explicar, tanto em vida quanto em sessões espíritas e tentativas fracassadas de invocar espíritos zombeteiros, sendo que a mente que mais chegou perto de tal feito foi (pasme) Velberan, o que é mais inexplicável que o próprio Knuckles da Uganda (ou invocar espíritos para explicar memes).

Esses seres bizarros, que vivem a partir de pasta de amendoim, sangue de seus inimigos e da pele de sua "rainha" (chouriço e torresmo, bom gosto!), são caracterizados e conhecidos pela semelhança com o famoso equidna maconheiro e facilmente feito de otário, Knuckles the Echidna, por isso o nome, porém com aparência baixinha, dentuça e gorducha, vesga e insana, semelhante a uma típica merda-prima de guria retardada do DeviantArt.

De forma similar ao original, os Knuckles da Uganda também são brothers e maconheiros, mas elevam tais características a uma potência superior, chegando ao ponto de transarem entre si publicamente e fumarem até 10 quilos de maconha vagabunda caso não consigam encontrar sua rainha. Falando em rainha, eles também são famosos por procurarem mulheres (ou homens, caso o sexo feminino esteja em falta) para torná-las rainhas, que eles procedem para venerar e reverenciar enquanto fazendo barulhos bizarros com a boca, similares ao de um funk pancadão, só que sem o funk e o pancadão. Não se sabe qual o objetivo dos Knuckles da Uganda, mas os mesmos o chamam de "o caminho", e é 95% certeza que tal caminho envolva sexo e/ou drogas, tanto pela natureza maconhista quanto pela origem channer.

Origem[editar]

Um grupo de Knuckleses da Uganda pronto para atacar um infiel.

Em uma noite quente de verão, o malicioso e pingas das galáxias Dr. Ivo homem-ovo RRRRRRRRRRRRobotnik estava pensando como ele odeia em mais um plano infalível contra o ouriço azul. Percebendo que estava sem dinheiro para produzir algum robô fodão ou fazer uma viagem interdimensional pra sequestrar algum bicho fodido e controlar sua mente, ele decidiu optar por algo mais simples e prático: manipular algum miguxo do Sonic para que ele se virasse contra o mesmo, [mas quem? Knuckles O Shadow já havia desistido de trabalhar com ele faz tempo (uns 16 anos atrás, diria a aritmética eu), dizendo que o balofo não conseguiria derrotar o Sonic nem se ele estivesse dormindo, a sua versão alternativa e o Time Eater tinham sido mandados para a puta que pariu e o Knuckles não cairia mais nessas trollagens como aconteceu no Sonic 3 & Knuckles e no Sonic Adventure sem falar no Sonic X. Ele considerou por um momento tentar reviver Mephiles the Dark e até mesmo o Infinite, mas logo se tocou que eles eram perigosos demais até pra um cientista doido que nem ele. Foi aí que ele percebeu que dava pra juntar as duas coisas: ele poderia utilizar alguém IGUAL a um dos amiguinhos do Sonic que não necessariamente era a mesma pessoa. Em outras palavras, outro um CLONE!

Ele correu para seu laboratório tropeçou, caiu de cara, quebrou 4 dentes e botou seus lacaios para encontrar os seguintes ingredientes: óleo de coco, um sabonete, uma amostra do vírus Ebola, chifrinhos de nozes e três pelos de gato negro um cu cabeludinho de macho. Convenientemente PRA CARALHO, eles encontraram, a poucas quadras da base, um vegano com síndrome de Down se preparando pra comer um sabonete temperado com óleo de coco, um adolescente nerd, gordo, suado e jogador de Counter-Strike com um balde de chifrinhos de nozes e o cadáver de um macho virgem que havia contraído o vírus Ebola após trabalhar no cacete de um cavalo morto e não ter tratado o problema com o doutor James Matarazzo (se o problema era físico ou mental, fica em aberto).

Uma tribo de Knuckleses da Uganda que acabou de chegar em São Paulo.

Entretanto, as coisas estavam prestes a ficarem muito fodidas: o adolescente era também channer e havia matado o macho virgem com memes cancerígenos, enquanto o farofa de suco era inscrito em um canal do Youtube, cujo proprietário, coincidentemente, havia criado um gif com áudio bem bosta do Knuckles, similar às porcarias do DA citadas anteriormente, dizendo Cquote1.png Oh no! Cquote2.png. Quando os lacaios foram falar com eles (exceto o macho virgem, que relaxava em paz), foram infectados com um vírus via bluetooth que rastreou seus dados e criou empresas de fachada pra competir com as empresas dos fãs do Felipe Neto. Depois dessa merda toda, eu esqueci pra quê serviam aquelas tranqueiras... Ah, sim, lembrei! Eggman deu uma de Panoramix e resolveu fazer uma poção que iria resolver magicamente seus problemas sem a necessidade de um ovo de codorna.

Enquanto isso, Robotnik ligou pro Knuckles, o chamando para sua base "secreta" pra ter uma conversinha, mas o equidna já ia mandando homeme-ovo ir tomar noku, mudando de ideia quando Eggman mencionou que ia ter suquinho de laranja manga pra ele. Como Knuckles adora manga, ele aceitou na hora e voou correu pra base do homem-ovo. Ao chegar lá, ele perguntou onde estava o suco e Eggman respondeu tacando na cara dele a poção. Knuckles ficou 200% putaço porque não era suco de manga e estava pronto pra mandar aquele moleque do caralho filho duma puta pra puta que pariu, mas parou ao sentir uma dor no cu estômago. Ele começou a brilhar e a gritar de dor, igual ao Nhonho depois de levar uma carabinada (tirando a parte do brilho), e uma parte dele saiu de seu corpo, resultando no seu clone... ou melhor, em uma versão mais baixinha, gorda e com olhos esbugalhados. Essa versão olhou pro Robotnik (eu tenho que parar de trocar o nome dele...) e perguntou:

Cquote1.png Mamãe, no céu te... Cquote2.png

Opa não era isso... Ah, sim:

Cquote1.png DO YOU KNOW DA WAE? Cquote2.png

Eggman estava pronto pra gritar com seus lacaios por trocarem mosquito da dengue pelo da malária, mas era tarde demais: ele foi atingido por uma lança e o Knuckles da Uganda se libertou do domínio de Robotnik, que sequer havia começado (ou sim).

Personalidade e hábitos[editar]

Um Knuckles da Uganda com seu icônico espeto anti-infiel.

Esses pequenos e lindos seres possuem hábitos que deixariam qualquer um louco, dos caretas aos raros. Infames por falarem com sotaque africano misturado com soviético (não pergunte), eles andam em bandos, procurando pessoas para assediar incomodar. Caso encontrem mais membros das suas tribos, eles normalmente se juntam para encherem linguiça na comunidade de um fórum. Nos raros momentos em que se encontram sozinhos, os Knuckleses da Uganda se masturbam (como eles fazem isso com aquele corpo zoado, não convém saber) pensando na sua rainha. Ao acharem uma vítima, eles a rodeiam para impedir que fuja, mas como são extremamente pequenos, normalmente não são capazes de bloquear o caminho das vitimas, o que compensado com MUITA persistência, atravessando cidades e até mesmo estados inteiros atrás do pobre coitado marcado por eles, de modo que até o Terminator ficaria com inveja. Depois de cercada, a vítima é submetida a uma seção de barulhos infernais semelhantes à uma espinha de desenho animado sendo espremida e/ou à engasgada do Jailson Mendes, até que eles se cansem dela ou a cabeça dela exploda.

Caso estejam se sentindo excitados ou acabem encontrando uma mulher, eles a tormentam de forma diferente, mas não menos irritante. Eles a começam a chamar de "rainha", enquanto pulam e saludam ela com gritos e bastante cerveja. Eles fazem essa comemoração por horas, durante esse tempo, a "rainha" é submetida a como danças típicas ugandesas, massagens especiais, presentes clichês como chocolates e flores, e é claro, um banho num rio de sangue dos inimigos do Maranhão da Uganda. No final da festa, a "rainha" é descartada e os Knuckleses da Uganda partem para a caça de mais mulheres pra festejar. Fora dessas duas atividades, esses seres vivem em conjunto em casas de palha que eles catam no chão. Elas são sempre sujas, já que os Knuckleses estão ocupados demais tentando achar o caminho pra limpar a merda deles no chão. Seus alimentos consistem de qualquer porcaria que acham por aí, apesar de terem preferência por sangue de infiéis e batata frita (não era pasta de amendoim?). A maconha é a coisa mais amada (depois da rainha, é claro) por esses pequenos seres, e eles irão fumar até começarem a ver ovelhas verdes de capa roxa voando se acharem.

Aparição no VRchat[editar]

Após a criação do mágico e totalmente amigável mundo virtual VRchat, os Knuckleses da Uganda logo partiram para esse mundo atrás de mulheres para torná-las suas rainhas e indicar o caminho. Eles abriram um portal para esse mundo utilizando de uma magia poderosa ancestral que eles aprenderam no Wikihow, e ao chegarem lá, fizeram sua presença ser notada, mas beeeeeeeeeeeem rapidinho notada mesmo: em apenas 5 minutos este planeta explodirá completamente, mais da metade da população do VRchat era composta somente de Knuckleses da Uganda, e graças a uma falha na Matrix, alguns apresentavam cor azul.

Knuckles da Uganda precisando da sua ajuda.

Eles organizaram várias tribos e tomaram territórios inteiros com suas lanças e palavras de sabedoria, que envolviam cheiro de ebola e cuspir nos desafetos, e intimidavam todos os seus inimigos. Os criadores do VRchat logo tomaram nota da putaria que estava rolando e declararam guerra aos Knuckles da Uganda: eles mandaram o Team X-Treme atrás dos Knuckleses, mas para a surpresa de todos, a equipe mais cabra-ômi do universo Sonic não foi capaz de conter a ameaça, pois enquanto os pequenos cuspidores eram mortos de morte matada mais de 8000 vezes, mais Knuckleses da Uganda apareciam através do portal. Para piorar a situação, eles desenvolveram a habilidade de se clonarem (clones se clonando...), algo que deu trabalho até para o Sonic do Futuro.

Com isso, foi necessário chamar um ser que só seria considerado uma aliança no caso mais extremo, isto é, se Lex Luthor se aliasse ao Superman: sim, o eterno rei dos emos Shadow do Futuro. Ele aceitou se livrar dos Knuckleses da Uganda de graça, pois eles faziam-no se lembrar de seu arqui-inimigo, Knuckles do Futuro. O plano consistia nele usar o Chaos Control para parar o tempo e descer o cacete em todos os Knuckleses da Uganda de uma só vez, para depois orar pra Satanás, pedindo para ele fechar o portal da tribo, o que para a surpresa (e indignação) de todos, deu certo. Depois disso, ele saiu do local rapidamente para não levar outro especial de porrada do Sonic do Futuro. No final, tudo acabou em pizza, menos pra Sonic, que sempre foi pro lado do cachorro-quente.

Vídeos[editar]

Galeria[editar]

Ver também[editar]