Página principal

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Bem-vindos à Desciclopédia

A enciclopédia livre de conteúdo que qualquer um pode editar.

53 150 artigos · 180 855 imagens

Ajuda

Embaixada

Perguntas

Políticas

Mídia

Contribuir

Artigo em destaque

Esse artigo têm como objetivo explicar os reais motivos da separação da maior banda de rock de todos os tempos, ou seja: O Led Zeppelin Os Beatles, que vendeu bilhões de cópias e provocou histeria de muitas menininhas nos anos 60. Em cada tópico é explicado os motivos e motivações e das merdas idiotices que fizeram, e que, juntando tudo, provocou a separação.

Linda foto dos Beatles ainda juntos.

Paul está morto?

Primeiro motivo escondido nas sombras da história: Sim, Paul morreu e foi trocado! Bom, todo mundo pensava, "Como dois melhores amigos como Paul e Lennon podiam brigar tanto?" É pelo simples motivo de que depois de 1964 (quando Paul foi atropelado por um navio), ele foi trocado por um cara "parecido", e o John não gostou nem um pouco da ideia, mas como os Beatles estavam no auge do sucesso, eles não podiam acabar naquele momento, então simplesmente fariam shows e discos até sugar o máximo de dinheiro possível e até onde aguentassem. Concluindo: John Lennon NUNCA brigou com o verdadeiro Paul McCartney, mas sim com um sósia que se achava o Paul de verdade. Agora tudo faz sentido não é mesmo? John nunca brigaria com Paul, a não ser que o que estivesse "lá" não fosse Paul. Por isso que John discordava de tudo que o "novo" Paul fazia: as músicas, as ideias e o escambau. O pior de tudo que o sósia achava mesmo que era Paul McCartney e por isso que em várias músicas dos Beatles há requintes de Loucura e Psicodelia.


Clique aqui e veja mais idiotices motivos para o fim deles


Eventos recentes


Neste dia...


Sabia que...


Imagem do dia
 
Apresentação
Batata desciclo sem texto.gif
Bem-vindo(a) à Desciclopédia, uma (des)enciclopédia escrita com a colaboração de seus leitores. A Desciclopédia é um site de humor debochado e seu conteúdo não deve ser levado a sério. Todas as nossas regras e políticas convergem para um só princípio: ser engraçado e não apenas idiota. É um princípio amoral, mas que implica numa ética subjacente. Significa que, no âmbito da Desciclopédia, só podem ter procedência as críticas que se refiram à qualidade divertida de um artigo. Não tem, portanto, nenhum sentido tentar defender os méritos morais ou artísticos de algo que você gosta (banda, filme, personalidade, programa, game, etc.) e que tenha sido sacaneado num artigo da Desciclopédia. Essas coisas não interessam nem um honorável pouquinho aqui.


Participação

Todos podem publicar conteúdo on-line desde que não sejam vândalos ou desrespeitem as regras.

Dentre as diversas páginas de ajuda à sua disposição, estão as que explicam como criar um artigo, editar um artigo ou inserir uma imagem. Em caso de dúvidas, não hesite em perguntar e dar sua apnião.


Comunidade
A comunidade vem crescendo dia após dia. Porém precisamos de mais colaboradores para podermos ampliar o número de artigos em língua portuguesa e expandir, melhorar e consolidar os que já existem.


Projetos irmãos

A Desciclopédia existe graças à entidade sem fins lucrativos Fundação Desciclomídia. A Desciclomídia opera vários projetos em diversas línguas, sempre com conteúdo livre: