Página principal

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Bem-vindos à Desciclopédia

A enciclopédia livre de conteúdo que qualquer um pode editar.

51 741 artigos · 176 150 imagens

Ajuda

Embaixada

Perguntas

Políticas

Mídia

Contribuir

Artigo em destaque
Meca3.jpg

Este é um artigo escrito por um pastor evangélico sobre animes e otakus. Eu sou um pastor da Igreja Multinacional da Corporação de Deus e aqui estou postando um artigo sobre os perigos dos animes e otakus.

Irmãos, tenham todo o cuidado com esses seres alegres, gordos e rosados, que se autodenominam Otakus. Podem parecer apenas pessoas divertidas, mas na verdade estão no caminho da destruição por adorarem a cultura japonesa, lotada de elementos do capeta, ainda que não explicitamente.

Comecei a pesquisar sobre esse tipo de criatura diabólica depois que o meu filho de nove anos me pediu para levá-lo a uma reunião alegre, cheia de pessoas engraçadas e coisas coloridas. Pensei que seria algo educativo para uma criança, mas a verdade é que se tratava de um Evento de Anime. Quando olhei para o outro lado, lá estava o meu filho gritando "Kyaa!" e "Nyaa!" junto com os outros garotos. Não tive dúvida: peguei a minha Bíblia à tiracolo e parti para cima deles, tentando tirar o demônio do corpo destes jovens, mas eles eram muitos e já estavam num grau avançado de possessão, portanto resistiram à minha tentativa de salvá-los. Ainda por cima começaram a me atacar com katanas de plástico e pragas ensinadas pelo Tinhoso. Peguei meu filho e saí correndo de lá.



Eventos recentes


Neste dia...


Sabia que...


Imagem do dia
 
Apresentação
Batata desciclo sem texto.gif
Bem-vindo(a) à Desciclopédia, uma (des)enciclopédia escrita com a colaboração de seus leitores. A Desciclopédia é um site de humor debochado e seu conteúdo não deve ser levado a sério. Todas as nossas regras e políticas convergem para um só princípio: ser engraçado e não apenas idiota. É um princípio amoral, mas que implica numa ética subjacente. Significa que, no âmbito da Desciclopédia, só podem ter procedência as críticas que se refiram à qualidade divertida de um artigo. Não tem, portanto, nenhum sentido tentar defender os méritos morais ou artísticos de algo que você gosta (banda, filme, personalidade, programa, game, etc.) e que tenha sido sacaneado num artigo da Desciclopédia. Essas coisas não interessam nem um honorável pouquinho aqui.


Participação

Todos podem publicar conteúdo on-line desde que não sejam vândalos ou desrespeitem as regras.

Dentre as diversas páginas de ajuda à sua disposição, estão as que explicam como criar um artigo, editar um artigo ou inserir uma imagem. Em caso de dúvidas, não hesite em perguntar e dar sua apnião.


Comunidade
A comunidade vem crescendo dia após dia. Porém precisamos de mais colaboradores para podermos ampliar o número de artigos em língua portuguesa e expandir, melhorar e consolidar os que já existem.


Projetos irmãos

A Desciclopédia existe graças à entidade sem fins lucrativos Fundação Desciclomídia. A Desciclomídia opera vários projetos em diversas línguas, sempre com conteúdo livre: