Pink Floyd

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Atomheartmotherroth.jpg
Fripp.jpg

Pink Floyd é uma banda de Rock Depressivo Progressivo


Essa banda traiu o movimento psicodélico, fez muito sucesso nos anos 70, tem músicas de quase meia hora de duração que fazem dormir e faliu no começo dos anos 80 porque perdeu pro movimento punk.

Pare de ouvir NXZero e vá ouvir Pink Floyd, seu emo!

Wikisplode.gif
A nossa sátira autorizada, a Wikipédia, tem um artigo sobre: Pink Floyd.
Pink Floyd
Pfsim.jpg
A banda, segundo Matt Groening
Origem {{{origem}}}
País Flag of the United Kingdom.svg Inglaterra
Período 18652006 Aleluia!
Gênero(s) Pinguços, Drogados
Gravadora(s) {{{gravadora}}}
Integrante(s) Davi Gilmar
Nico Manso
Ex-integrante(s) Rogério Águas
Ricardo Scerto
Cidão Barreto
Eugênio
Beto Phechado
Boneco do Rogério Águas
Emília
Dercy Gonçalves
Site oficial Eles não sabem mexer na internet
Cifras.gif
Em Deslivros
no acervo de Descifras, há tradução(ões) da(s) música(s) de
Pink Floyd
veja:Descifras:Another Brick in the Wall, Pink Floyd


Desentrevistasminibox.PNG
O Desentrevistas
possui uma entrevista com
Pink Floyd

Cquote1.pngVocê quis dizer: Fluido RosaCquote2.png
Google sobre Pink Floyd
Cquote1.pngExperimente também: Maconha Cquote2.png
Sugestão do Google para Pink Floyd
Cquote1.pngExperimente também: Ouvir Linkin Park Cquote2.png
Sugestão do Google para Pink Floyd
Cquote1.png Perdeu, Playboy! Cquote2.png
David Gilmour sobre Syd Barret
Cquote1.png Não queremos terminar como o Pink Floyd, que se fazem de velhos sobre um palco. Cquote2.png
Angus Young do AC/DC elogiando o Pink Floyd.
Cquote1.png ZZzzzZZZZzZZzzZz Cquote2.png
Pessoa comum após ouvir uma das músicas de 30 horas do Pink Floyd
Cquote1.png Eu adoro Pink Floyd, principalmente daquela música The Wall e aquela outra chamada The Dark Side of the Moon Cquote2.png
Fã nº1 da Banda sobre a música do helicóptero e aquela que tem "I see you on the Dark Side of The Moon"
Cquote1.png Eu gosto mais da música do helicóptero Cquote2.png
Fã nº1 da Banda sobre Pink Floyd
Cquote1.png Na nossa próxima música também colocaremos um trem-bala, gemidos, latidos e um canhão atirando sem parar! Cquote2.png
Pink Floyd sobre o comentário acima
Cquote1.png Ei Tchitcha! Livi de quidis alooow!!! Cquote2.png
Fã nº1 da Banda cantando sua música "favorita"
Cquote1.png Isso é a fila de um show deles? Achei que fosse a fila do INPS! Cquote2.png
Doutor Roberto sobre Pink Floyd
Cquote1.png Eles são nossos ídolos, mas nós somos melhores! Cquote2.png
Dream Theater sobre Pink Floyd
Cquote1.png Bom mesmo é ver o filme do The Wall e estar confortavelmente entorpecido! Cquote2.png
Dependente Químico e fã! sobre Pink Floyd
Cquote1.png Os únicos que tem mais dinheiro que eu... Cquote2.png
Silvio Santos sobre Pink Floyd
Cquote1.png Quer ser como eles? Compre já um Mac e comece a gravar suas músicas! Você também pode! Cquote2.png
Steve Jobs sobre Pink Floyd
Cquote1.png Floyd é Waters! Cquote2.png
Loucos sobre Pink Floyd
Cquote1.png Floyd é Gilmour! Cquote2.png
Idiotas sobre Pink Floyd
Cquote1.png Floyd é Syd! Cquote2.png
Chapados sobre Pink Floyd
Cquote1.png Floyd é Nick! Cquote2.png
Fãs de Fórmula-1 sobre Pink Floyd
Cquote1.png Floyd é Wright! Cquote2.png
Tecladistas sobre Pink Floyd
Cquote1.png Putz... Fiz merda! Cquote2.png
O arrependido Bob Klose ao ver o dinheiro sucesso obtido pela banda.

Raul Seixas aparece na foto como parte do acordo com o demônio

Pink Floyd é uma banda que toca o chamado rock progressivo. Apesar disso eles estão mais mesmo é pra pop, vide que já venderam 798 bilhões de cópias de todos os seus álbuns em todo o universo.

Roger Waters, um dos principais fundadores do Floyd...Alimentando um golfinho...

No final da década de 60, os Pink Floyds fizeram um pacto com o Demônio para serem muito ricos e famosos, como o Rogério Águas disse no documentário do Dark Side of the Moon. E assim ocorreu, porém o Satã limitou a banda para apenas 14.864 palavras no total (por isso que a banda terminou em 1994, já teria se esgotado a quantidade de palavras). Depois de muita conversa e uma decisão judicial, a banda pôde utilizar a vontade as palavras "Sun" (Sol) e "Moon" (Lua). Isso explica o excesso dessas palavras nas músicas, é só perceber...

Tabela de conteúdo

O Inicio

Tudo começou quando esses ingleses resolveram fazer faculdade, é sempre aquela velha história, na faculdade tudo acontece, nego perde a virgindade, se torna famoso ou monta uma banda de rock altamente popular. Roger Waters era amigo de Nick Mason que era amigo de não sei quem que conhecia Syd Barret, aquela velha história. Então como eles sabiam que a faculdade era uma bosta, que eles tinham errado nas profissões que iriam escolher e que ninguém ali levava o estudo a sério, resolveram tentar a sorte formando uma banda. No começo dava tudo errado, shows para meia dúzia de fãs e tudo mais. Foi só as drogas aparecer no caminho de Syd Barret que a banda começou a alavancar. Como toda banda eles tiveram vários nomes, como: Sigma 6, Megadeth, Iabadabadus, LSD Boy's, Roger Band, The Ronaldos, Sigma 7, Sigma 666, Sigma 53147894, Purple Floyd, Pink Freud, Pink is Mara!, The Pink Panter, Pink Roger, Roger Floyd, Syd Pink Roger Floyd, Pink, Floyd Pink e, por fim, Pink Floyd

Os Primórdios

Um dos discos do Pink Floyd. A Vaca, estrela do Tabajara F.C. posou para a capa.

O começo do Pink Floyd foi ótimo! Eles ficavam bem loucos de ácido ou maconha, cocaína, morfina ou qualquer outra droga que existia, pegavam os instrumentos e tentavam fazer barulho. Era muito promissor! Primeiramente eles lançaram um álbum chamado "The Piper at the Gates of Dawn" (Tradução: "O puteiro fica aberto até o amanhecer") e nesta época ainda estava na banda o chamado "Crazy Diamond": O senhor Cidão Barreto. No disco, havia uma música chamada "Capeta Samuel", que era uma homenagem ao gatinho que Cidão adorava cheirar.

Depois de atingirem algum certo sucesso na Inglaterra, o Pink Floyd se viu diante de um problema, Syd Barret comparecia altamente drogado nos show do Floyd, adorava encarar o microfone durante o show, fazendo com que Roger Waters cantasse a parte de Syd enquanto Syd tentava talvez tirar alguma resposta do microfone. Barret chegou a uma loucura totalmente irreversível, tinha dias que comparecia aos shows, outros comparecia mas ao mesmo tempo parecia que nem se quer estava por lá, outros shows ele desafinava sua guitarra e começava a tocar algo tão sem noção quanto ele próprio, Barret consumia toda a droga que via pela frente, nem se quer deixava um pouco para Rick Wright (que adorava fumar umas e outras) ou para Roger Waters, Mason era careta, quando raramente fumava se achava intelectual de mais, o Floyd começava a perder dinheiro e LSD, tudo por causa do Syd. Até que um belo dia a banda pediu socorro a um magrelo cabeludo que vivia na merda, era o David Gilmour

Outra explicação para origem do nome Pink Freud Floyd

Fase Áurea

Após o chute no traseiro de Cidão Barreto, os integrantes do Pink Floyd não sabiam merda nenhuma do que fazer, ficaram desesperados pois não tinham criatividade suficiente para compor música. No primeiro álbum da banda sem Barreto, A Saucerful of Secrets, eles só tinham algumas músicas rabiscadas por Syd e o resto tinham que se virar, sem contar que seus empresários achavam que eles iam se dar mal sem a ajuda do Cidão. Roger no desespero de cumprir o prazo do próximo álbum estipulado pela EMI juntou algumas canções incompletas, completando elas com gritos e berros, e ameaçou os outros integrantes a escreverem alguma coisa, qualquer canção seria útil, o final foi um álbum bizonho e esquisito com músicas que ocupavam quase metade do álbum, e faziam bastante barulho.

Depois veio o Ummagumma, aí sim eles estavam na merda, tinham que criar tudo do zero, dá para perceber a falta de criatividade. Ambos se trancaram em seu quarto com a ordem de sair de lá com pelo menos uma música. Bem, a noticia boa é que eles saíram do quarto, a noticia ruim é que o exílio dentro de suas próprias casas renderam sons totalmente anormais, nenhuma banda de rock até o momento tinha feito algo tão estranho como o Pink Floyd, mas para eles eram lucro, afinal, não tinham ideia pra porcaria nenhuma e qualquer barulho era considerado música. Depois de algum tempo os efeitos das drogas passaram e aí sim o Pink Floyd começou a fazer sucesso. De shows para bêbados em casas sujas e vagabundas de Londres, eles começaram a fazer shows para bêbados em casas sujas e vagabundas de toda a Inglaterra.

Dark Side of the moon

Após tantas drogas e experiencias musicais, eles iniciaram a gravação de Dark Side of the Moon, jurando que o álbum seria o melhor já feito por eles, o que não era muito difícil de se fazer até então. Fizeram algum tipo de pacto com o satã e o sucesso estava lançado, Dark Side of the Moon tornou-se um sucesso estrondoso, pela primeira vez o Floyd poderia comprar drogas a vista e ainda por cima dar gorjetas aos traficantes. os Floyds rodaram o mundo, fizeram merda por aí, compraram carros, compraram gatinhos, compraram mulheres e até a alma do próprio Diabo!

Como não tinham nada para fazer, decidiram então usar todos os brinquedos que tinham quando crianças nas músicas, se prestar atenção será possível ouvir vários destes objetos, como a frase "é hora de morfar" no meio da música "On the Run" e a frase "ao infinito e além" no fim do álbum "Lado Negro da força Lua".

Seus maiores sucessos são músicas de no mínimo 34 minutos onde antes da metade nada que possa ser considerado música é ouvido, apenas barulhos que variam de peidos a arranhamentos em quadros negros, passando por grunhidos de porcos e ruído de motocicletas. A música favorita dos fãs xiitas nesse quesito geralmente é a música "Echoes", onde todos fazem uma capelinha pra cantar "Boi Soberano", de Tião Carreiro & Pardinho, e onde há também o famoso som de fundo do episódio da lagartixa do Chaves, quando Seu Madruga pensa que a Chiquinha está morta.

O grande plágio

Falcão extremamente ofendido com o plágio

Gravaram depois o álbum "The Wall" aonde tudo que fizeram foi reclamar de quão ruim foi a vida de Rogério Águas. Neste álbum também molestaram criancinhas inocentes, o que pode ser ouvido na música "Another Brick in the Wall". Essa música aliás é um plágio uma versão em inglês de uma folclórica canção de cantiga de roda, popularmente chamada de "atirei o pau no gato", e que foi adaptada por Rogério Águas e virou grande hit na versão em inglês, levando o Pink Floyd ao estrelato e ao topo das paradas nacionais, internacionais, episcopais e intergalácticas.

Anos mais tarde e depois do sucesso estrondoso de "Another Brick in the Wall", a farsa foi descoberta pelo pesquisador cearense e músico Falcão, mas o estrago já tinha sido feito: o Pink Floyd se recusou a devolver os direitos autorais auferidos e também não permitiu que a música fosse declarada para o público.

Compare abaixo as duas versões na Descifras da Desciclopédia

A Cagada

A partir de uma certa data, o baixista (sempre ele!) da banda, Sir Rogério Águas, achou que ele era bonito e sabia fazer um strogonoff gostoso demais pra estar convivendo com aquela gentalha! Enfiou o pé na bunda de todos e quis continuar com o nome do Floyd pra ele, mas pela primeira vez na história da banda não conseguiu mandar nos outros membros, ficou sem a marca Pink Floyd e com isso foi seguir como camelô.

Os outros três babacas resolveram continuar a banda com o mesmo nome e aí foi só cagada que saiu! Ao invés de ficarem fazendo playback que nem o Águas, transformaram a banda em uma espécie de rock-new-wave-jabá-forró-modern-jazz-fusion-calypso, quase uma versão masculina da Enya.

Curiosidade: Rogério Águas, nas horas livres, era praticante da luthieria. Inventou um acessório fazedor de barulhos estranhos que na época foi nomeado com o nome da banda. Hoje em dia, devido à perda doa direitos autorais, Águas teve que fazer uma modificação no nome e o acessório é vendido com o nome de Floyd Rose.

Subliminares

Um dos maiores mistério da banda Pink Floyd, são as mensagens subliminares encontradas em suas músicas, muitas delas de difícil compreensão, dizem que nelas estão o segredo da vida! Haha, como se isso fosse a mais pura verdade... Entre outros casos, achar o dito cujo é algo completamente difícil, mais depois de achar, as palavras não tem sentido. Um dos maiores exemplos que foi descoberto, é na música Atom Heart Mother, aquela música inacabável de 280 minutos...

Vamos as mensagens subliminares, o tempo é entre: 13:20 à 14:26

Si-ma-ta
Titchica de ga-li-nha
Sá sá sá sá 
Riii Roque (Homenagem ao Silvio Santos?)
A galinha, vô cortááá!!! A galinha, vô encotchááá!
Nossa galinha
Ela tá livre Jah
Ela tá livre
Hummm!
Assa cru, assa cru, assa cru, assa cruuu
Rocambooole, rocambooole
Mierda, mierda! Uhhh, uhhh!
Rocambole, urutchuuu, lhu, lhu, lhu, lhu, U2, ilhu (500x)

O responsável pelas mensagens subliminares é Rogério Águas, mas como ele é imbecil ingenuo, não sabe como ocultar as mensagens, e deixa elas bem faceis de serem achadas.

Membros

Formação da Banda

Pink Floyd 2005 - "Hey, estamos velhos, gordos e feios, mas somos ricos pra caralho, tá?!". Note que Waters tenta fazer chifrinhos nos outros membros.
  • Davi Gilmar: Cantor, vocalista e tocador de cavaquinho. Ex-Enya, juntou-se ao Pink Floyd após ter sido substituído por Chimbinha, seu antigo mestre. É mais conhecido como Senhor Pança, Jabba the Hutt, Fat Old Sun, Dinossaurinho, Senhor Barriga, Mr. Fat ou apenas Dr. Hannibal. De tanta grana que ganhou não sabia mais aonde enfiar, comprou tudo em doce e lá se foi a forma física. Hoje em dia só quer saber de comer sua mina gostosa (e esperta) e doces.
  • Rogério Águas: Pseudo-baixista e pseudo-vocalista. Financiou a invenção do playback junto com Britney Spears. Atualmente está em batalha legal com Inri Cristo para decidir quem é o verdadeiro filho de Deus. Em diversas músicas e shows, Rogério solta um grito que mais parece uma cachorra no cio. Os motivos para tal são desconhecidos. Atualmente trabalha como cover do Richard Gere.
  • Nico Manso: O baterista é um cara legal. Nico é o típico "legalzão", aquele que nunca reclama de ninguém, típica bichooona como já disse Paulo Silvino. Na banda, ele era o headbanger que tentava agitar a galera dorminhoca do show. Atualmente, Nico passa seu tempo jogando Fórmula 1 no Playstation e todo dia anuncia a volta da banda. Não tem mais o que fazer da vida, tanto que começou a trabalhar como cover de Roberto Gómez Bolaños, popular Chaves.
  • Ricardo Scerto: Tecladista e nerd. Cidão contratou Scerto porque ele como perito de informática avançadíssima, digitava muito rápido. A real função de Scerto na banda era tocar teclado, mas com o exesso de cheiramento de gatinhos, sua voz ficou débil e muito afetada. Acabou sendo promovido a vocalista número três. Primeiro da formação clássica do Pink Floyd a ir conhecer o "Lado Escuro da Lua".
  • Cidão Barreto: Louco, completamente louco, cheirador de gatinhos, letrista, escritor, poeta, cantor, chapado, vocalista e ainda preparava o pacote de linguiça para o resto da banda. Morreu e agora está usando seu terno de madeira enquanto aguarda os vermes. Dizem por aí que ele passou o resto da vida recluso na Neverland morando com Michael Jackson, o que deixou Cidão bem pior da sua saúde mental.
Rogério Águas e Davi Gilmar fazendo o que eles fazem de melhor!

Músicas do Pink Floyd

A típica música do Pink Floyd contem os seguintes elementos:

Davi Gilmar de cara limpa.
A Capa do álbum Dê Ual, o destaque vai para toda a sua dinamicidade

Outro grande exemplo de "música" do Pink Floyd é a "música" Several Species Of Small Furry Animals Gathered Together In A Cave And Grooving With A Pict. Alem de ter um puta nome grande, todos os integrantes da banda compuseram ela após fumar muita erva, cheirar muitos gatinhos, de se empanturrarem de linguiça estragada e cheirar muito cimento.

Live At Pompeii

Em 1900 e guaraná com rolha, o Pink Floyd decidiu fazer o show mais original de sua carreira. Obstinados a torrar todo o dinheiro que já haviam ganho, promoveram um show em Pompéia, a cidade afundada por um vulcão. Esse show obteve o recorde mundial de público até hoje de zero espectadores e três cadáveres petrificados de lava vulcânica. Considerado um dos shows mais interessantes do Pink Floyd, talvez porque ninguem estava lá e eles mesmo dizem isso, ou mesmo pela música "Mademoiselle Flipper" em que um golfinho assume o papel de vocalista em troca de uma copia do álbum e 2 peixes frescos, anos depois o golfinho exigiu direitos autorais pela música, mas sem sucesso.

A farsa do Live 8

Em 2005, a banda Pink Floyd supostamente teria se apresentado no show beneficente Live8 em Londres. Milhares de fãs foram ao show para assistir o que seria o reencontro do século. O que foi descoberto apenas tarde demais é que tudo não passou de uma fraude. Na verdade, quem se apresentou foi o grupo Pink Floyd Cover, dublando os sucessos do famoso grupo. A formação do Pink Floyd Cover inclui atores famosos. Na foto ao lado, vemos, da esquerda para a direita: Bruce Willis, interpretando "Comfortably Numb"; Richard Gere no baixo; O humorista Tutuca, de a Praça é Nossa e do Zorra Total, na bateria. E Christopher Lambert, o Raiden de Mortal Kombat, nos teclados.

O Pink Floyd Cover que se apresentou no Live8

Discografia

Jeito novo do Pink Floyd tentar vender seus álbuns.
Na foto todas as mulheres que Roger pegou em um de seus shows.
6 álbuns da discografia do Pink Floyd: Atom-Pau in Your Mother, Relics, The Dark Side of the Moon, Wish You Were Sick, Dê Ual e Animals.
Obs: A pintura de cada álbum se situa nas costas, não se confunda.
  • A WTF? of Secrets: Álbum WTF? do Pínk Floyd. Músicas mais depressivas que ver carros passando na avenida.
  • Morre: Trilha sonora de um filme francês, ou seja, uma viadagem só.
  • Ummagumma: Gíria inglesa para sexo. Disco duplo sendo um de estúdio, onde os quatro músicos gravaram separadamente suas experiências onanistas, e outro gravado ao vivo durante uma suruba num inferninho qualquer da Inglaterra. O disco é básicamente barulho, barulho, barulho, gritos e mais barulho.
  • Atom-pau in Your Mother: Pau atômico na sua mãe. Mais conhecido como "O Disco da Tua Mãe Vaca". Os Pink Floyd estavam tão chapados de cogumelos alucinógenos que fizeram um álbum para homenagear sua mãe as vacas.
  • Wish You Were Sick: Tradução Literal: Queria que você tivesse doente. Álbum que falava sobre a doença de próstata de Cidão.
  • Animals: Feito em detrimento à atitude punk, comprovou o estilo da banda devido a utilização de porcos rosas e ovelinhas em suas composições.
  • Dê Ual: Autobiografia do pseudobaixista.
  • The Final Cu: Continuação do disco anterior. Rogério escreveu comentando sobre o par de chifres que seu pai levou da mãe.
  • A Momentary Lapse of Orgasm: Rogério entrou na justiça contra seus ex-companheiros, mas por um lamentável engano, acabou processando a si mesmo. Com o fiasco da ação, Davi Gilmar ganhou os direitos sobre o nome Pink Floyd, que acabou transformando a banda no Calypso Inglês.
  • Delicate Sound of Thunder: O Delicado Som do Trovão, álbum ao vivo em que os integrantes restantes comparam o volume de seus peidos. O disco só foi gravado porque eles precisavam trocar o jatinho particular de cada um (como todo disco ao vivo...)
  • The Division Bell: Álbum que conta sobre a infância autista do Sr. Davi. Sons natalinos estão presentes neste álbum, fazendo com que ele fosse tocado durante muitas noites natalinas em Londres.
O álbum Dark Side of the Moon

Leia Mais

Vídeo da mensagem subliminar do Pink Floyd

Repare nas mensagens!


10413.gif
Capeta-2.jpg
Pink Floyd fez pacto com o CAPETA!!!!

Então é melhor nem se meter com esse artigo, senão o capeta vai atrás de VOCÊ!!!.
Mirror2.jpg
Conheça também a versão oposta de Pink Floyd no Mundo do Contra:


Espelhonomdc.jpg


Abbey Road vazio.jpg

Pink Floyd já acabou!!!

Mas ainda fazem sucesso (ou não)

Clique aqui pra ver os grupos que non eczistem mais.



Ferramentas pessoais
Ver e modificar namespaces

Variantes
Ações
Navegação
Colaboração
Votações
(F)Utilidades
Novidades
Redes sociais
Correlatos
Ferramentas
Outras línguas