Quando me dizes

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Professor Girafales, executando o Quando me dizes no Rock in Rio: Sucesso absoluto.

Quando me dizes é uma canção erótica escrita pelo intelectual mexicano Professor Girafales, em meados de 1900 e guaraná com rolha. Repleta de mensagens subliminares pornográficas e com uma melodia que parece que foi composta pela Banda do Chaves, Quando me dizes é, até os dias de hoje, uma das canções mais tocadas nas rádios mexicanas.

Composição[editar]

A verdadeira musa inspiradora do Quando me dizes, mais inspiradora do que nunca.

Certo dia, após ter terminado de se masturbar pensando na Maitê Proença Dona Florinda, Professor Girafales decidiu que estava na hora de comer uma mulher de verdade.

Porém, como era muito tímido, e não tinha coragem de apenas dizer Cquote1.png E aí, mina, quer dar uma transada? Cquote2.png, o Professor Girafales decidiu escrever uma pequena canção, que retrataria todo o tesão que sentia pela Dona Florinda. Dessa forma, ele imaginava que conseguiria abrir caminho entre a mata virgem da Velha coroca do 14.

Como possui uma inteligência fora da média, Professor Girafales conseguiu escrever rapidamente alguns versos eróticos. Porém, como tinha medo da censura comandada pela Inquisição Espanhola, ele decidiu esconder as suas perversões, as colocando em forma de mensagens subliminares em uma canção com uma letra mais sutil. Dessa forma, surgiu Quando me dizes, uma canção que pode ser considerada o embrião dos funks cariocas da atualidade.

Apresentação[editar]

No princípio, Professor Girafales queria contratar alguns músicos mexicanos para lhe ajudar na execução do Quando me dizes. Porém, nenhum músico mexicano aceitou ajudar o Professor, pois lembraram que alguns dias atrás haviam sido expulsos da Vila do Chaves na base do tiro de carabina (coincidentemente, quem tinha dado os tiros de carabina era a própria Dona Florinda).

Como não desiste, Professor Girafales resolveu executar a sua canção no parque de diversões mesmo, pois apesar desse lugar ser bem fuleiro e sem graça, era um bom cenário para uma canção.

No fim da execução, Professor Girafales até conseguiu fazer um pequeno sucesso, porém, não foi desta vez que ele conseguiu comer a Dona Florinda...

Letra da música, na íntegra[editar]

Quando me dizes em segredo que me queres
E teu olhar de amor repousa em quem te diz
Eu sei que nada se compara nesse mundo
E que somente ao teu lado eu sou feliz

Quando te digo em segredo que te quero
E que eu morro de amor sem te encontrar
Isso é verdade pois é tudo que eu desejo
Porque sem ti sei que feliz não posso estar

Tua presença me encanta
A tua voz e o teu calor
É tão doce esse teu olhar
E envolvente é o teu amor

Por isso quero que a fortuna que me brinda
Com a doçura desse tílio e dessa paz
Perdure sempre aquecendo o nosso ninho
E que me queiras cada dia mais e mais

Por isso quero que a fortuna que me brinda
Com a doçura desse idílio e dessa paz
Perdure sempre aquecendo o nosso ninho
E que me queiras cada dia mais e mais
E que me queiras cada dia mais e mais
E que me queiras cada dia mais e mais

Análise da letra por Armando Pinto, especialista em encontrar perversões em qualquer coisa[editar]

Obviamente, Quando me dizes é uma canção que possui um teor erótico fora da média. Exponho abaixo todos os motivos, que exemplificam a minha tese:

  1. Primeiramente, no verso Quando me dizes em segredo que me queres, é óbvio que o Professor Linguiça está querendo dizer que é o amante da Dona Florinda. Se os dois estivessem realmente solteiros, não seria necessário ficar dizendo em segredo. O amor entre os dois poderia ser declarado abertamente.
  2. No verso E envolvente é o teu amor, Professor Girafales está querendo dizer que ele e Dona Florinda estão em plena atividade sexual. Afinal, o único "amor" que "envolve" é o sexo.
  3. No verso Perdure sempre aquecendo o nosso ninho, Professor Girafales diz indiretamente que está querendo fazer uma penca de filhos com a Dona Florinda. Ou seja, ele quer sexo imediatamente.