Singapura

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
新加$坡$共$和国 (சிங$்கப$்பூர் க$ுடிய$ர$சு)
The Communist-Socialist Republic of Singapore
Sarampo Siringa Cura
Bandeira de Sarampo Siringa Cura
Brasão de Sarampo Siringa Cura
Bandeira Brasão

Localização de Sarampo Siringa Cura

Capital Área Central de Singapura
Cidade mais populosa A própria Singapura oras!
Religião oficial Agnosticismo
Governo Ditadura Tecnológica Degradante
 - A Máquina Satan Goss
Heróis Nacionais Lord Zedd
Área  
 - Total Abra os braços. Singapura é desse tamanho km² 
 - Água (%) 1
Analfabetismo
População 4.000.000 de escravos e 10.000.000 de robôs 
PIB per Capita 300.000 
IDH 89 
Moeda Porcas e Parafusos
Fuso horário Robôs não medem tempo
Clima Degradação ambiental
Website governamental Não possuem, para não correr o risco de pegarem vírus


Cquote1.png Você quis dizer: Brasil ao contrário? Cquote2.png
Google sobre Singapura
Cquote1.png Pinga pura? Cquote2.png
Velha surda sobre Singapura

Singapura (Siringa Cura) foi um trechinho de terra que o Império Malaio vendeu para terroristas da Al-Qaeda e mafiosos de Hong Kong. Singapura é conhecida como único shopping do mundo que é considerado país e também como o único país no mundo governado por robôs.

História[editar]

Antiguidade[editar]

Há 15.000 anos atrás quando aliens construíram as pirâmides no Egito e fizeram os desenhos estranhos em Nazca, eles se interessaram pela Península Malaia (informalmente Pênis Asiático) e construíram no local um grande centro de divertimento alienígena, e para se isolarem dos humanos (que na época ainda não sabiam nadar nem navegar), arrancaram esse espaço do continente fazendo dele uma ilha.

Sultanato de Jahore[editar]

Quando o tsunami atingiu o local, dizimou a população de ETs da região e deixou apenas suas ruínas e uma paisagem pantanosa. Nesta época a Singapura se tornou uma possessão do sultanato de Jahore.

O primeiro humano a pisar na ilha foi Sang Needa Nudda Nalala Onion Peeler, um mercador (agiota) da Indonésia que navegava na região e descobriu o local. Na ilha foi fundada uma vila que naturalmente acabou com o espaço da minúscula região.

Companhia Britânica das Índias Orientais[editar]

A Inglaterra certa vez em 1942 declarou que Singapura pertencia à Gloriosa Coroa Britânica, ninguém reclamou então ficou por isso mesmo.

O Japão durante a Segunda Guerra Mundial vendo nas ruínas de Singapura uma ótima opção de avanço tecnológico, conquista as ilhas e funda nelas um grande complexo tecnológico ao estilo japonês para produzir robôs em massa. O que os japoneses não esperavam era que os robôs iniciassem uma revolução e tomassem conta da ilha, criando uma utopia no local e proibindo a entrada de humanos no local.

Independência[editar]

Os robôs que os japoneses construíram no local, entraram no clássico paradoxo de Asimov e armaram uma revolução e conseguiram a independência em 1965. Posteriormente estes robôs foram destruídos por uma tecnologia superior, os Gundams, e os humanos puderam voltar a residir na ilha, uma mistura de chinês com cingalês que os malaios odeiam o cheiro, chamados de singapurianos.

Fatos recentes[editar]

Presidente e comandante de Singapura.

Nada de muito interessante aconteceu, apenas em 2008 o país quase faliu devido à crise econômica mundial, mas o comércio de pâncreas mecânicos salvou a economia do país.

Geografia[editar]

Singapura é uma ilhota menor que sua casa que possui um conglomerado de arranha-céus uns em cima dos outros que despejam diariamente sem parar porcarias no mar que os circundam e lançam poluição no ar que respiram.

Demografia[editar]

Singapura é uma cidade do futuro, habitada por robôs que escravizam humanos, carros flutuantes e muita sujeira e ferro-velho.

Subdivisões[editar]


Cultura[editar]

A Singapura veio a se tornar conhecida graças às suas singularidades culturais, como o fato dos humanos terem componentes cyborgs em seus corpos, e a proibição completa e absoluta de venda de chicletes pois podem grudar nas solas de sapato, fazer você tropeçar, cair de testa na quina de um banco de praça e morrer de traumatismo craniano.

Flag-map Singapura.png Singapura
HistóriaPolíticaSubdivisõesGeografiaEconomiaCulturaTurismo
Jackiechan.jpg
Ásia
v d e h

Países: Afeganistão | Arábia Saudita | Armênia | Azerbaijão | Bahrein | Bangladesh | Brunei | Butão | Camboja | Cazaquistão | China | Chipre | Coreia do Norte | Coreia do Sul | Egito | Emirados Árabes | Filipinas | Geórgia | Iêmen | Índia | Indonésia | Irã | Iraque | Israel | Japão | Jordânia | Kuwait | Laos | Líbano | Malásia | Maldivas | Mongólia | Myanmar | Nepal | Omã | Paquistão | Qatar | Quirguistão | Rússia | Singapura | Síria | Sri Lanka | Tadjiquistão | Tailândia | Timor-Leste | Turcomenistão | Turquia | Uzbequistão | Vietnã

Territórios: Abecásia | Caracalpaquistão | Caxemira | Chipre do Norte | Coreia | Curdistão | Estado Islâmico | Goa | Hong Kong | Ilhas Spratly | Macau | Manchúria | Ossétia do Sul | Palestina (Cisjordânia e Faixa de Gaza) | República de Artsakh | Taiwan | Território Britânico do Oceano Índico | Tibete