Sonic Mania

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Virtualgame.jpg Sonic Mania é um jogo virtual (game).

Enquanto você lê, o Donkey Kong bate em uns tambores.

Nanny1.jpg Atenção pirralhada Criançada!

Se você é fã de Sonic Mania, o problema é seu! Não adianta bagunçar o artigo, pois a Nanny11.jpg está de olho! E se ainda mesmo assim você aprontar, ela vai lhe colocar para chorar no cantinho da disciplina!

Crianca-1.jpg
Mania de falar mal do Sonic
Sonic-Mania-Xbox-One.jpg

Como sempre, Sonic nega que o jogo é bom dele

Informações
Desenvolvedor Um bando de Fanboys
Publicador CEEEGAAA!
Ano 2017
Gênero Correr pra Caralho Plataforma
Plataformas Nintendo Switch, PlayStation 4, Micro$oft XBox One, PC Steam, Mega Drive, Master System, Sega CD, Sega 32x, Sega Saturn, Dreamcast, Game Gear, Super Nintendo, Atari, Facebook,etc.
Avaliação mais de 8000
Idade para jogar Qualquer marmanjo que viveu a Velha Guarda dos Games (ou seja, virjões de 40 anos que ainda moram com os pais)

Cquote1.png Você quis dizer: O verdadeiro Sonic 4? Cquote2.png
Google sobre Sonic Mania
Cquote1.png Experimente também: Sonic 4 & Knuckles Cquote2.png
Sugestão do Google para Sonic Mania
Cquote1.png Voltei a ser feio... Cquote2.png
Sonic sobre seu visual no Sonic Mania
Cquote1.png Foda-se! Voltamos a ser jogáveis!! Cquote2.png
Tails e Knuckles sobre Sonic Mania
Cquote1.png Também voltamos nessa caceta!!! Cquote2.png
Fang, Bean e Bark sobre Sonic Mania
Cquote1.png Cadê eu nesse jogo? Trouxeram o Little Planet e o Metal Sonic mas nem me chamaram? EU TAMBEM SOU DO PERÍODO CLÁSSICO, PORRA!! Cquote2.png
Amy Rose sobre não estar no Sonic Mania
Cquote1.png Mas eu ainda sou o personagem mais foda... Cquote2.png
Shadow sobre ele mesmo
Cquote1.png Como assim só pudemos jogar depois? Cquote2.png
PCistas sobre Sonic Mania não ter sido lançado na mesma data que os demais consoles

Sonic mania waiting idle.gif

Sonic Mania (pronuncia-se Sonique Mênhia) é nada menos que uma tentativa da Sega de fazer uma cópia do Sonic Generations só que totalmente em 2D e sem o Sonic moderno. É considerado um dos jogos comemorativos dos 25 anos do ouriço, já que o outro é o Sonic Forces (que por incrível que pareça, começou a ser feito antes dessa joça e ainda assim foi uma bosta lançado bem depois).

História do Jogo[editar]

Os Egg Robôs recebendo a benção de Dio-sama para promoverem o caos e a destruição.
Sim! O jogo apesar de ser old-school tambem tem animações (se bem que os conservadores de merda ninguém deu muita bola pra isso).

Tudo começa logo depois de Sonic 3 & Knuckles (o que? Mas e o Sonic the Hedgehog 4?) onde Sonic e Tails encontram um grupo de Egg Robôs estava fazendo uma escavação sem mandato na Angel Island. Lá eles encontram uma estranha pedrinha brilhante chamada Phantom Ruby, que na verdade é rosa (ao invés de vermelha) e possue os poderes de Dio Brando (sim, bem aquele FDP de JoJo's Bizarre Adventure); do nada a dita-cuja libera o poder do Chaos Control ZA WARUDO!, transformando os estúpidos Egg Robôs nos badass (ou não) Hard-Boiled Heavies e mandando todo mundo para Green Hill Zone o Acre.
Depois de muita putaria, o Dr. Ivo-My-Eggman-RoboPeniko acaba pegando essa joia desgraçada dos robozinhos coloridos e repete toda a fuleragem já vista anteriormente. E assim segue o jogo, com Sonic e seus amigos passando por fases batidas e já conhecidas pra tentar tirar essa pedrinha do Robotnik e seus capangas mutangênicos bastardos.

Novidades (se é que tem...)[editar]

Olha só que resolveu reaparecer nessa desgraça (Sonic e Tails não curtiram nenhum pouco essa ideia).

Sonic Mania apresenta uma tremenda vitamina de salada de frutas (não, não falamos da fruta que você está pensando seu pervertido de merda), já que aposta numa mistureba de referências aos antigos jogos do Merda Drive, Merda System e Tigolo Gear. De novidade mesmo só temos esse tal de Phantom Ruby, uma pedrinha poderosa que já existia em Angel Island a mais de 4000 anos atrás desde o início dos tempos, e por mera coincidência (lê-se: falta de criatividade para se criar uma desculpa pra juntar uma cacetada de fases antigas em um novo jogo) só apareceu agora. É ela quem vai levar Sonic e seus amiguinhos para as mais diversas áreas que eles já conhecem, enfrentando inimigos de arrasar e se metendo nas mais altas confusões.

Além disso, temos também essa equipe de Egg Robôs coloridos chamados Power Rangers Hard-Boiled Heavies, onde cada um possui um "dom" especial que condiz com sua personalidade estúpida: o azul é um soldainho de chumbo, o verde é um ninja-fake metido a mestre shinobi, a amarela é uma mágica de festinha pra criança, a roxa é um membro dos Sons of Anarchy e o vermelho é o líder imbecil que se acha o rei da cocada preta. Também temos a volta de alguns personagens abandonados pela Sega nos últimos 25 anos, como o cowboy mercenário Nick Fang, o terrorista Bean e o brutamonte Bark, que só aparecem aqui devido a uma macumba mal sucedida de um dos Heavies Rangers. No entanto a aparição deste por aqui deixou Mighty e Ray muito putos da vida por não terem sido recontratados, sem falar na Amy que ameaçou matar toda a equipe de produção do jogo só por não terem incluído a versão clássica dela nessa joça.

Personagens dessa joça[editar]

O únicos personagens jogaveis dessa budega

São os mesmo do Sonic 3 &Knuckles, que são os mesmos que compõem o Team Hero em Sonic Adventure 2, que por sua vez são os mesmos que compõem o Team Sonic em Sonic Heroes, que (pra finalizar esse lenga-lenga do caralho) é o trio de heróis mais conhecido de toda a série do Sonic o qual todos já estão enjoados de saberem quem são:

  • Sônico, o Rato de Gel - O protagonista dessa bagaça que é um porco-espinho ouriço azul hyper-ativo que corre pra caralho; Aqui Sonic perdeu todas as suas habilidades aerodinâmicas que havia conseguido com mais de 15 anos de trabalho duro e voltará a sua velha tendência de apenas correr, pular e nada mais que isso;
  • Milias "Rabus" Por-horas - A raposa gay furry que é o melhor amigo do Sonic; como sempre vai aparecer pilotando seu velho aviãozinho embora ainda possa voar com os seus dois cus rabos;
  • ManoKnux dos Equinidárius - O maloqueiro dos mano que adora fumar todas e meter porrada em geral; como já é de costume vai ser um lisonjeado que terá áreas de exploração próprias e uma história só pra ele (só pra bancar o diferentão);

Fases[editar]

Sonic Mania tem uma porrada de fases... repetidas de outros jogos do Sonic (infelizmente) com pouquíssimas sendo nova (sério, é 1% de novidade e 99% de propaganda midiática focada em nostalgia). Como já foi dito, o jogo todo é uma grande desculpa para fazer Sonic e sua gangue correrem novamente em fases do passado e, de praxe, fazer você (gamer-classicista-facista-revoltado-com-a-nova-geração-nutella) ter orgasmos múltiplos enquanto joga videogame. São essas as fases do jogo:

Todo mundo já enjoou de jogar essa bagaça.
  • Green Hill – Como sempre é a primeira fase (repetida em mais de trocentos outros jogos do Sonic). Sério, não há nada de novo aqui, todo mundo a conhece e já passou dessa joça até de olhos fechados, as mãos atadas e de cabeça pra baixo; a velha fase com grama, coqueiros, colinas, cachoeira... e com aquela musiquinha irritante e frenética que todos estão enjoados de ouvir, mas mesmo assim escuta porque é a mais famosa.
    Chefes: Act 1: Duas bolas acorrentadas mal-encaradas com a cara do Robotnik; Act 2: o Eggterminator (aquele Megazord do Sonic 2).
Prepare-se para sofrer nesse lago tóxico mais uma vez...
  • Chemical Plant – Novamente a velha fase numa usina nuclear (a qual pela primeira vez, está realmente parecendo uma usina nuclear). A única coisa de nova que se teve aqui foram seringa gigantes que transformam agua radioativa em gelatinas sabor morango, uva, limão e tuti-frutti.
    Chefes: Act 1: Uma máquina sugadora de água suja toxica; Act 2: Competição com aquele joguinho desgraçado do Dr. Robotnik's Mean Bean Machine.
Sonic e sua trupe dando um rolé pelo Projac.
  • Studiopolis – Pra quem achava que a fase seguinte seria Sky Sanctuary (plagiando descaradamente a mesma ordem de fases do Sonic Generations). É uma das poucas fases novas desse jogo que se passa num estúdio de TV dos anos 80, com direito a maquinas de pipoca, rolos de longa-metragem e a aparição de celebridades de programas dessa época obscura como Sergio Malandro, Angélica, Silvio Santos, Professor Raimundo, Gugu, Xuxa e os Trapalhões.
    Chefes: Act 1: o Heavy Gunner (um Egg Robô policial com uma basuca num helicóptero repleto de capangas); Act 2: Robotnik pilotando um climatizador meteorológico.
Parece que Robotnik não pagou a mensalidade da fachineira por aqui.
  • Flying Battery – Sim, novamente aquela maldita parafernalha voadora do Robotnik de Sonic & Knuckles, cheia de badniks galinhas-atiradores-de-elite, lança-chamas, cabos de alta-tensão e até um céu tempestuoso pra dar mais dramaturgia pro cenário. É outra fase repetida na cara dura, sendo que aqui o cientista pançudo esqueceu fazer uma faxina na nave, o que justifica ter tanto lixo tecnológico em diversas áreas dessa budega.
    Chefes: Act 1: Compactador de lixo do Star Wars; Act 2: o Egg Spider versão 16 bits toda bugada.

PS: Este último boss citado traz o Robotnik de cabeça para baixo dentro de sua bugiganga, o que levou a mente deturpada dos fãs a enxergarem, no lugar de um homem-obeso-bigodudo, uma garotinha-baixinha e descabelada como pode ser visto aqui. A partir desse sprinte, surgiu um novo câncer fanchar na fandom, nomeada de Eggatha "Omelette" Robotnik e que esses noobs definem como sendo a sobrinha do Dr. Eggman Robotnik (roubando assim a vaga do Snively nessa história).

Em tempos atrás, Press Garden servia como arena de luta para deliciosas ninjas se pegarem na pancada.
  • Press Garden – Outra das pouquíssimas fases novas. Trata-se do antigo Jardim Proibido da Babilônia, só que aqui ela foi mandada para o Sibéria (razão porque está coberta de neve). Nessa zona você poderá ser periodicamente congelado que nem na Diamond Dust do Sonic 3D Blast, além de cooperar para o desmatamento desse lugar, já que poderá incentivar Pica-Paus a darem fim em arvores e picotar toras de troncos em máquinas de trituração.
    Chefes: Act 1: Maquina maluca destruidora de caixotes (percebe-se que a criatividade da equipe estava cada vez mais precária...); Act 2: o Heavy Shinobi (um Egg Robô ninja com os poderes da Elza).
Mais uma vez esses dois vão cair na porrada pra ver quem é o melhor menos pior.
  • Stardust Speedway – Voltando a reutilização sem criatividade de fases antigas, agora vamos pra uma zona do Little Planet de Sonic CD. Como já é de se esperar aqui você passará o primeiro ato no passado e o segundo no futuro presente (e não, não tem Good Future ou Bad Future dessa vez... felizmente), ou seja, o seu DeLorian está travado nos anos 90, nada além disso.
    Chefes: Act 1: um vagalume robô gigante que solta laser's pelo cu; Act 2: o Metal Sonic (basicamente uma mistura do que ele faz em Sonic CD com Knuckles' Chaotix, e ainda contando com a ajuda daquele Silver Sonic peba do Tijolo Gear).
A madita fase nas águas... do Rio Tietê.
  • HydrocityAquela fase da água de Sonic 3 onde você certamente morrerá afogado mais de 8000 vezes enquanto corre atrás das famosas bolhas d'água numa esperança fula de tentar sobreviver conseguir prender a respiração por mais uns míseros segundos.
    Chefes: Act 1: Aqui só fizeram inverter tudo, pois nesse ato enfrentará o mesmo chefe dessa fase do Sonic 3, só que agora você pilota a nave do Eggman e ele é quem tá se fudendo embaixo d'água; Act 2: Lembra da inversão dita anteriormente, pois bem, aqui é praticamente o primeiro sub-chefe dessa mesma fase do jogo já citado, tendo como diferencial que Robotnik é quem está pilotando essa joça (deu pra ver que nessa hora a equipe de produção estava meio carente de criatividade).
Miracle Saloon, tão inovadora quanto os cenários do Pica-Pau.
  • Miracle Saloon – Mais uma fase nova (depois de uma caralhada de repetições). Aqui você poderá sobrevoar o deserto do Colorado em seu jatinho particular, assaltar um trem em movimento, arrumar briga nos barzinho de faroeste e até mesmo participar de tiroteios ao lado de Clint Eastwood e Django Freeman.
    Chefes: Act 1: um minhocão robótico gigante que fica se atolando na areia (uma cópia descarada do primeiro boss de Freedom Planet sendo que este já é um plágio de Sonic); Act 2: o Heavy Magician (um Egg Robô mágico que fica invocando Fang, Bean e Bark das profundezas do inferno esquecimento pra te ferrar).
Alguem andou desviando a grana do Presal...
  • Oil Ocean – Diretamente do Sonic 2, mais uma fase copiada e colada na cara dura por essa equipe de produção. Novamente você estará nas plataformas da Petrobras que foram compradas por um magnata árabe, onde sua missão é impedir que este mande mulçumanos pra America Latina a fim de fazerem Allahu Akbar!
    Chefes: Act 1: Um badnik encanador que fica te batendo com uma chave-inglesa; Act 2: quase a mesma coisa do boss original dessa zona, sendo que aqui Robotnik pilota um polvo gigante com mais tentáculos do que de costume.
É hora de virar churraco... novamente.
  • Lava Reef – A já conhecida fase no Inferno fogo de Sonic & Knuckles. Mais uma vez, os produtores só fizeram entupir essa zona de lança-chamas, robôs explosivos e cachoeiras de magma, a fim de ver quantas formas diferentes é possível torrar o Sonic e servi-lo na grelhada com salada no acompanhamento do churrasco.
    Chefes: Act 1: a maldita escavadeira gigante que sempre foi um pé no saco desde o Mega Drive; Act 2: o Heavy Rider (um Egg Robô cavaleiro metido a Motoqueiro Fantasma que pilota um Moto Bug e girando uma bola de metal gigante, certamente furtada do Chang Koehan). Se você estiver jogando com o Knuckles, que é um puto do contra, pegará um outro caminho alternativo que dá pra sala da Master Emerald onde enfrentará o Heavy King em sua primeira forma fracassada (um Egg Robô com complexo de superioridade que usa energia da Master Emerald, embora não vire Super Saiyajin como o Mecha Sonic, e fica girando seu bastão de Sakura Card Captors).
Monte você também a sua coleção de bonequinhos trocando tampinhas de Coca-Cola
  • Metallic Madness – Voltando pro Little Planet, chegou a hora de revisitar a velha fase cheia de bugigangas tecnológicas, com raios laser's que te encolhem, obrigando-o a passar por áreas apertadas e impossíveis de se adentrar normalmente, além de deixar os otakus com ataques epiléticos de fofura kawaii com o Sonic,Tails e Knuckles versão chibi.
    Chefes: Act 1: o mesmo chefão final do Sonic 1 (sim! Esse foi Ctrl+C e Ctrl+V na cara dura); Act 2: Quase o mesmo de Metropolis Zone do Sonic 2, só que aqui você enfrenta ele encolhido enquanto ele libera cópias dele dirigindo bugigangas e versões robóticas explosivas da Amy, tudo em miniatura para você colecionar.
Qualquer semelhança é mera coincidência...
  • Titanic Monarch – Última fase criativa dessa caceta, que na verdade nem é tão criativa assim já que pode ser considerada uma cópia descarada de Thermal Base do Freedom Planet (se bem que este jogo citado é um plágio de Sonic, logo é aquela velha história de ladrão que rouba ladrão...). Aqui você poderá adentrar diversos infinitos portais que se abriram depois que Saga de Gêmeos exagerou no uso de seu famoso golpe MORRA SEIYA! Outra Dimensão (o que explica e muito a incoerência no tempo-espaço dessa fase jogo por completo).
    Chefes: Act 1: É aquele mesmo boss fudido do primeiro ato da Death Egg em Sonic & Knuckles, só que aqui, ao invés de soltar raios fodelões, ele controla a gravidade; Act 2: Eggman numa roupa de palhaço armadura que nem a do astronauta controlada com tentáculos cabos de energia. A pior parte fica pra toda santa vez que você acerta-lo ter que reenfrentar um dos malditos Egg Robôs diferentões da Hard-Boiled Heavies.
Os Guerreios Saiyajins se preparam para a treta final!
  • Final Boss: Caso você tenha conseguido coletar todas as 7 Chaos Emeralds, poderá enfrentar o verdadeiro chefão (ou chefões) final dessa parafernalha com o Super Sonic. É uma briga da porra, pois aqui Robotnik e Heavy King, o líder supremo lá dos Hard-Boiled Heavies em sua forma mais Boladona, se desentenderam e vão ficar numa disputa desgraçada pra ver quem vai ficar com a tal pedrinha rosa que tem o poder do ZA WARUDO! Nisso Super Sonic vai ter que ficar tirando essa bendita das mãos de ambos, sendo que no final Heavy King vai pro saco e antes de Eggman também ir junto, a tal joia dá um bug do milênio, lança as Chaos Emeralds pro cu do Judas e manda Sonic pra outra dimensão...

...Mas, e depois?[editar]

Quer saber como acaba a história? Vá jogar isso ai, descubra e seja infeliz!

Ninguém sabe ao certo o que aconteceu (já que a porra do jogo resolveu acabar justamente ai). Teorias apontam que houve algo semelhante ao famoso tilt ERROR: SOMARI IS SONIC? SONIC IS SOMARI? ERROR ERROR ERROR ERROR..., mas nada referente a tal coisa foi evidenciada até hoje. O mais plausível foi que o Sonic desse jogo foi mandado pelos confins do tempo-espaço até o futuro apocalíptico do Sonic moderno, ou sejê, pra saber como termina essa birosca, você tem que jogar Sonic Forces; só assim poderá ver como essa viagem do caralho terminou e de quebra finalmente irá dormir em paz.

Cquote1.png Caraca... Que puta jogada de marketing! Cquote2.png
Você sobre Sega lhe forçar a jogar Sonic Forces pra saber o final do Mania

Recepção e Veredicto[editar]

No que Sonic se envolveu com seus amiguinhos só pra garantir que Sonic Mania fosse um sucesso... ou não.

Sonic Mania foi recebido aos escândalos pelos fãs mais old-schools do azulão, ao ponto de fazer mais de 101% da fanbase gozar só na exibição do primeiro trailer dessa budega, e botando o restante pra desmaiar (pedindo para que os mantivesse em estado de coma até o dia em que o jogo fosse lançado); há quem se lembre também que nesse mesmo dia foi exibido o teaser do Project Sonic 2017 pela Sonic Team, algo que só os fãs nutella modernistas deram atenção. Com diversas mídias (tendenciosas) descendo o pau no novo jogo 3D do Sonic (embora fosse claramente a mesma coisa do Generations, só que com enredo) e exaltando o retrocesso a volta as origens em um novo jogo 2D (simplesmente por está sendo feito por um grupinho de fanboys classicistas que ganharam uma chance de vaquinha na Sega), até quem nunca gostou de Sonic na vida resolveu dar uma chance pro game, dizendo que foi a melhor coisa que a Sega já fez desde Sonic Generations os jogos do Merda Drive. Além disso, também foi eleito o jogo mais bem avaliado do ouriço azul pela mídia (que se diz) "especializada" desde o Sonic Adventure 2 Sonic 1, com notas que não passam de 86% e a tendência e decair.

Personagens comemorando o sucesso minúsculo do jogo após 1 mês de lançamento

A meia-dúzia da fandom que ganhava mais de 1 salário mínimo ainda teve a chance de comprar uma Edição Especial de Colecionador, que nada mais é do que uma caixa enorme cheia de tralhas como cartãozinho, cartucho falciê, figure do Sonic clássico... mas o exemplar do jogo em mídia física que é o que realmente interessa, NADA! Como a Sega adora estragar tudo aquilo que é bom, a versão pra PC foi a última a sair, com um atraso de 14 meses dias; tudo só para botar um maldito sistema fudido anti-pirataria pra garantir a compra do jogo via Steam... O que não deu muito certo, já que hackers de plantão conseguiram adentrar na Matrix bular o sistema e disponibilizaram tudo de grátis pra nerdaiada. Vale lembrar que ele também foi um dos jogos mais jogados por youtubers via lives em 2017, com a desculpa esfarrapada de retomar a nostalgia; infelizmente tal sucesso não durou muito tempo, já que nos meses seguintes as mesmas panelinhas deixaram essa "mania" de lado pra jogar Cuphead (só por ser mais difícil e curtirem masoquismo).

Sonic Mania Plus[editar]

Sonic Mania Plus botou mais gente pra participar desse joguete (ignorem a Amy. A Sega simplesmente descartou a possibilidade dela ser jogavel e ainda mandou ela tomar naquele luga).

Com o sucesso estrondoso dessa caceta, a equipe de produção do Christian Whitehead não perdeu nenhum segundo de tempo e resolveu aprimorar ainda mais o seu fatídico joguinho, adicionando várias novidades, que no final das contas grande parte delas foi apenas refazer as fases do jogo em um período de crepúsculo, anoitecer ou solstício de verão (situação pra qual toda a fanbase simplesmente cagou). Dentre as novidades mais relevantes tivemos a possibilidade de jogar com novos personagens esquecidos pela Sega:

  • Doctor Ray, o esquilo "avuado" - Versão genérica do Tails que possui mais tempo de vôo, já que sua modalidade é baseada em asa-delta (e não em usar o rabo como helicóptero);

Já que agora que tem esses mais sumidos personagens entre todos os anos que não passaram até hoje, Ray, Sonic e Might formam mais uma equipe clássica do sonic heroes os segasonic heroes team infelizmente sonic team nunca fez o segasonic heroes team parecer canonico

Ambos já tinham aparecido nas primícias do sucesso do azulão, num joguinho arcade chamado SegaSonic the Hedgehog (percebe-se que criatividade para títulos nunca foi um ponto forte da Sega) que de tão irrelevante nem mesmo deu importância pra esses dois jogando-os no limbo em suas produções posteriores, menos o Mighty que ainda chegou a ter utilidade na equipe dos Chaotix e depois sumiu do grupo sem deixar rastro. Dai após tanto tempo na sargeta, e vendo que Fang, Bean e Bark foram recontratados pra participar dessa joça, Mighty ameaçou de morte o Takashi Iizuka se este não inserisse ele o Ray de volta em um novo jogo do azulão. Prezando pela sua vida Iizuka mandou essa peteca pro Christian resolver, e este como solução criou essa DLC que inclui os dois no game.

Além disso, tem o novo modo história contando o que aconteceu depois que o Sonic clássico retornou da dimensão do Sonic Forces (para mais informações assitir a mini-série Sonic Mania Adventure), bem como Mighty e Ray entraram nessa historia sem lógica. Acrescente o fato de poder adentar em novas Special Stages, jogar com Super Sonic, Super Tails, Super Knuckles, Super Mighty, Super Ray e Super Amy, além de finalmente lançarem a mídia física dessa budega com tudo isso já incluso e entenderá a necessidade desse povo em adicionar um plugue anal Plus no final do título original. Acho que nem precisamos comentar que depois dessa a Sega praticamente passou a nadar em grana com a turminha do Christian Whitehead.

Ver também[editar]