Desconversas:O anjo e o demônio

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
(dif) ← Edição anterior | ver versão atual (dif) | Versão posterior → (dif)
Ir para navegação Ir para pesquisar
Papo cabeça

Este artigo faz parte do Desconversas, o maior acervo de papo furado da Internet.

Leia tudo isso adiante "musicalmente", obrigado e prossiga:

  • Delinquente:Hum, que belo dia! Esse dia está bom, esse dia está bem, mas para melhorar quem será que eu vou matar, quem será que eu vou estuprar, quem será que eu...
  • Vovó: ? ? ? ? ?
  • Delinquente: Eu falei isso em voz alta?
  • Vovó: Sim...
  • Delinquente: Entendo... Bem... Eu estou de saída... tchau...
  • Delinquente: Opa! Veja se não encontro minha vitima!
  • Anjo: Como assim vitima?
  • Delinquente: Vitima de um ataque cardíaco que eu vim socorrer!
  • Anjo: Ah bom, assim tudo bem...
  • Demônio: Muito bem, conseguiu despistar aquele arrombado, degradado, mequetrefe, desgraçado, filho duma égua, nojento, resto de aborto, falastrão, sovino, cretino... esqueci de mais alguém xingamento?
  • Anjo: Não
  • Demônio: Ah bem... espera aí... oi?
  • Anjo: É eu ouvi tudo oque você tinha dito sobre mim!
  • Demônio: Problema seu!
  • Fantasma do Delinquente: Vocês demoraram tanto que eu morri!
  • Anjo e Demônio: Como se só discutimos por 30 segundos?
  • Fantasma do Delinquente: É que eu era um velhão de 100.000 anos...

FIM