Página principal

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
(dif) ← Edição anterior | ver versão atual (dif) | Versão posterior → (dif)
Ir para navegação Ir para pesquisar
Bem-vindos à Desciclopédia

A enciclopédia livre de conteúdo que qualquer um pode editar.

61 280 artigos · 203 349 imagens

Ajuda

Embaixada

Perguntas

Políticas

Portal comunitário

Mídia

Chat

Contribuir

Artigo em destaque
Batman Vermelho salvando uma prostituta pobre inocente

Versões turcas de filmes famosos são versões com baixíssimo orçamento de filmes famosos feitas na Turquia, especialmente nas décadas de 70 e 80. Esses filmes são conhecidos por terem um bom enredo, além de serem interessantes seus incríveis (d)efeitos especiais, além de roubarem a trilha sonora dos filmes que foram plagiados e também terem milhares de furos de roteiro e vilões com alzheimer que sempre se esquecem de seus objetivos.

Mas esses filmes de merda eram feitos porque a exportação dos originais era cara pra caralho, o que resultava neles mesmo terem que fazerem suas próprias versões cagadas dos filmes famosos da época. Confira agora algumas dessas pérolas bizarras da humanidade:

Yarasa adam - Bedmen (Batman turco) - 1973

Caso você já tenha percebido no título, o filme é uma cópia de Feira da Fruta, e talvez porque o dinheiro deles era baixíssimo (igual ao salário do Professor Raimundo), o filme é todo preto e branco, além do Batman ser vermelho (provavelmente por causa da cor da bandeira da Turquia, não sei dizer), parecer um adolescente de 15 anos e ser chamado de Bedmen, que traduzindo do ingrês, significa Homem-Cama.

O filme tem bastante putaria, e não tem nada a ver o Batman estar nele e aliás, o Coringa nem aparece! Aqui, o Batman tem que lutar contra uma organização criminosa que quer acabar com as mulheres bonitas e impor o homossexualismo; é, o melhor enredo de todos.


Compartilhe: Compartilhe via Facebook Compartilhe via Twitter




Neste dia...


Sabia que...


Imagem do dia
 
Apresentação
Batata desciclo sem texto.gif
Bem-vindo(a) à Desciclopédia, uma (des)enciclopédia escrita com a colaboração de seus leitores. A Desciclopédia é um site de humor debochado e seu conteúdo não deve ser levado a sério. Todas as nossas regras e políticas convergem para um só princípio: ser engraçado e não apenas idiota. É um princípio amoral, mas que implica numa ética subjacente. Significa que, no âmbito da Desciclopédia, só podem ter procedência as críticas que se refiram à qualidade divertida de um artigo. Não tem, portanto, nenhum sentido tentar defender os méritos morais ou artísticos de algo que você gosta (banda, filme, personalidade, programa, game, etc.) e que tenha sido sacaneado num artigo da Desciclopédia. Essas coisas não interessam nem um honorável pouquinho aqui.


Participação

Todos podem publicar conteúdo on-line desde que não sejam vândalos ou desrespeitem as regras.

Dentre as diversas páginas de ajuda à sua disposição, estão as que explicam como criar um artigo, editar um artigo ou inserir uma imagem. Em caso de dúvidas, não hesite em perguntar e dar sua apnião.


Comunidade
A comunidade vem crescendo dia após dia. Porém precisamos de mais colaboradores para podermos ampliar o número de artigos em língua portuguesa e expandir, melhorar e consolidar os que já existem.


Projetos irmãos

A Desciclopédia existe graças à entidade sem fins lucrativos Fundação Desciclomídia. A Desciclomídia opera vários projetos em diversas línguas, sempre com conteúdo livre: